SECÇÃO: Actualidades


Estado deve 140 mil euros aos Bombeiros Pinhelenses

Associação Humanitária vai para os tribunais reivindicar o pagamento. Ricardo Avelãs Nunes sublinha que situação é insustentável.

O Estado deve 140 mil euros aos Bombeiros Voluntários de Pinhel relativamente ao transporte de doentes não urgentes. Ricardo Avelãs Nunes, que já em Outubro tinha denunciado a situação, disse aos sócios estar preocupado com a situação financeira da instituição. Na Assembleia Geral, realizada este sábado, o presidente da Associação Humanitária disse estar “cansado de esperar pelo pagamento” e por isso preparam-se para “reivindicar o pagamento da dívida junto do tribunal”.

Na reunião a massa associativa aprovou por unanimidade o orçamento para 2018, que ronda os 500 mil euros.

Ricardo Avelãs Nunes reconhece que “2018 não será fácil”, mas adiantou que a “assistência aos Pinhelenses está assegurada”, muito graças ao apoio do Município Pinhelense, admite o presidente dos Bombeiros de Pinhel.