SECÇÃO: Actualidades


Professores

Docentes poderão regressar aos protestos

Ou o governo “honra os compromissos” assumidos em Novembro, ou e não vão esperar pelo fim do ano para o fazer. O aviso foi feito ontem por Mário Nogueira, da Fenprof e com firmado hoje à rádio por Sofia Monteiro, coordenadora da Fenprof na Guarda.

Os professores “não só exigem a reabertura de negociações relativas ao acesso ao 5.º e 7.º escalões da carreira, como exigem abertura negocial para as matérias que ainda serão discutidas”.

Ainda não têm definidas as formas de protesto, mas podem passar por “manifestações, greves”, etc.