SECÇÃO: Actualidades


Professores desiludidos com o Governo

Desilusão. Este é o sentimento que os professores têm para com o governo, depois de mais uma vez não haver acordo para a contagem do tempo de serviço. Sofia Monteiro, diz que “primeiro foram criadas expectativas e depois estas não passaram de palavras”.

Depois de mais uma ronda de negociações falhadas vêm aí novas formas de luta. Para 23 de março está marcada uma manifestação.

O não cumprimento de compromissos já assumidos levou a que a FENPROF voltasse aos protestos. Os professores continuam a exigir a contagem dos anos de trabalho, e o governo continua a apontar para 2 anos e 9 meses.