SECÇÃO: Actualidades


Aumento da sinistralidade em motociclos

Nos anos de 2017 e 2018, precisamente, 1000 pessoas ficaram gravemente feridas ou perderam a vida em acidentes de viação com veículos de 2 rodas, segundo dados da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Através de ações de fiscalização, a GNR detetou 401 condutores de motociclos que não efectuavam o uso do capacete, tendo também sido detidos outros 536 por não possuírem habilitação legal para conduzir.

Sendo os condutores de veículos de duas rodas um grupo de risco pelo facto das consequências dos acidentes serem graves, e tendo em conta a menor capacidade de proteção em caso de colisão ou despiste, a GNR tem desenvolvido todo um conjunto de actividades para assim reduzir o número de acidentes rodoviários nesta classe.