SECÇÃO: Actualidades


“Refinação, aqui não!”

“Refinação, aqui não!” Esta é a mensagem que um grupo de cidadãos quer deixar, a propósito da intenção de instalar nas imediações da aldeia de Cogula, concelho de Trancoso, uma refinaria de bagaço de azeitona.

O grupo é informal e nasceu na rede social “Facebook” e já conta com centenas de subscritores. “Lutamos contra uma ameaça ambiental muito grave”, disse à Elmo Vitor Pereira, um dos elementos deste movimento, acrescentando que este tipo de poluição se estende por vários quilómetros. Por isso, exigem ao poder político que tome medidas e que diga “inequivocamente que não é possível instalar naquele sítio nenhuma indústria poluente, até porque, o Plano Diretor Municipal (PDM) diz que aquela zona se encontra em regime florestal”.

Amílcar Salvador, presidente de Câmara de Trancoso já disse claramente que não vão alterar o PDM para que esta indústria se possa vir a instalar e revelou que “até à data não entrou nos serviços da câmara municipal nenhum pedido de licenciamento para qualquer obra ou instalação de indústria naquele local”.

Vítor Pereira denunciou a existência de movimentações de terras no local, confirmadas pelo autarca, que à rádio já disse que “notificaram o proprietário para que no prazo de cinco dias explique o porquê das actividades no local.” Amílcar Salvador diz ainda que serão “exigentes e intransigentes na defesa do ambiente e da qualidade de vida das pessoas”.

A junta de freguesia de Cogula já manifestou à Câmara a sua preocupação relativamente a este assunto, e alguns cidadãos também já o fizeram. A Câmara Municipal garante que vai ouvir as populações.

�