SECÇÃO: Actualidades


Laurent Cousin foi o grande vencedor da Taça Internacional de Drift

Laurent Cousin foi o grande vencedor da Taça Internacional de Drift, que decorreu este fim-de-semana em Pinhel. O piloto francês levou a melhor a Diogo Correia, campeão português em pro. Aos jornalistas do piloto gaulês disse ter “sido recebido como um rei do início ao fim” e afirmou ter-se sentido em casa, até porque “o público sem me conhecer gritava pelo meu nome e aplaudia”. “O traçado era bom e a barreira linguística não dificultou a comunicação entre pilotos. Falamos dos carros, dos motores, da mecânica”, disse.

Diogo Correia, lutou até ao fim, mas não conseguiu levar a melhor, mas garante que “foi muito bom correr com os melhores do mundo do Drift”. O Piloto bracarense destacou a aposta da autarquia no drift, referindo que é bom para os amantes da modalidade.

Nuno Ferreira, correu pelos iniciados e foi o piloto revelação. É o primeiro ano que está a participar, mas já deixou garantia de para o ano voltar, já na categoria de semi pro.

Luís Celinio disse que “não podiam estar mais satisfeitos pelo espetáculo” do fim-de-semana, e referiu que “o facto de sermos até agora a prova do Campeonato com o maior número de participantes, e a única a receber pilotos estrangeiros, é um orgulho e motiva-nos a continuar neste caminho da promoção e divulgação do Drift em parceria com o Município de Pinhel e a FPAK”.

�