SECÇÃO: Actualidades


Pinhel quer aumentar atratividade turística do concelho com a construção de uma Falcoaria

A Câmara Municipal de Pinhel vai construir este ano uma Falcoaria e proceder à valorização do património ambiental e natural das encostas do rio Côa, com o objetivo de aumentar a atratividade turística, foi hoje anunciado.

Segundo o presidente da autarquia, Rui Ventura, as intervenções vão ser realizadas no âmbito do projeto “Ver e Sentir o Falcão”, que prevê a construção de uma Falcoaria (junto do castelo da cidade) e do Miradouro da Faia (próximo da localidade de Azêvo), num investimento de cerca de 270 mil euros.

A autarquia também pretende recuperar caminhos pedestres – denominados localmente por “carreiros” -, ao longo do rio Côa, e construir mais três miradouros, que vão fazer a ligação da cidade de Pinhel com a aldeia de Cidadelhe e com a Falcoaria, indicou.

O projeto está em fase de lançamento de concurso e Rui Ventura gostaria de inaugurar a obra da Falcoaria em agosto, por ocasião de mais um aniversário da cidade, que este ano completa 250 anos de existência.

De acordo com o responsável, a futura Falcoaria de Pinhel possibilitará que os visitantes possam estar com os falcões, assistir a espetáculos e perceber como é que as aves são tratadas.

Está ainda prevista a possibilidade de os visitantes assistirem ao voo do falcão na cidade de Pinhel e de percorrerem o “caminho todo até Cidadelhe” e verem ali os animais.

�